fbpx

O Processo P.I.E.S

Jan 29, 2021

Reading Time: 5 minutes

Tens um negócio e milhares de ideias para aplicar?

Não sabes por onde é que podes começar a trabalhar as tuas ideias?

Gostavas de ter uma solução simples e eficaz?

Sim, isto parece um an√ļncio de TV rasca, mas a verdade √© que o Processo P.I.E.S √© a melhor solu√ß√£o para os teus problemas.

√Č uma framework que te vai ajudar a classificar por ordem de prioridades qual √© o melhor caminho a seguir.¬†

Podes aplicar esta framework a tudo o que quiseres, mas hoje vamos falar sobre como aplicar esta framework ao Processo de Crescimento da Growth Hacking School!

Esta framework é utilizada por várias empresas e negócios a nível mundial, como por exemplo a Hubspot. 

O que é a P.I.E.S?

A P.I.E.S é uma metodologia de priorização de tarefas que foi desenhada e pensada por Chris Goward, fundador da WiderFunnel.

Na GHS acreditamos que esta metodologia, para além de muitas outras existentes, é uma das mais fáceis de aprender a utilizar, por isso é o que recomendamos utilizar ao criares o teu Processo de Crescimento.  

Se quiseres também saber mais sobre como desenvolver um Processo de Crescimento, aconselhamos-te a ler este post sobre este Processo.

Porque é que o P.I.E.S é importante para o Processo de Crescimento?

De forma rápida vamos só relembrar quais são as 4 fases do Ciclo de Crescimento que está dividido em 4 fases: Análise, Ideias, Prioridades e Testes.

Processo de Crescimento PT

A metodologia P.I.E.S é essencial para quem acabou de preparar a fase de Ideias e não sabe o que fazer a seguir.

Esta metodologia é uma excelente muleta que te vai ajudar a escolher rapidamente por onde começar a Priorizar os teus Testes.

Fazer o m√°ximo n√ļmero de testes √© crucial para o Crescimento, mas saber por quais come√ßar √© igualmente importante.

E testar todas as Ideias que estiveste a recolher pode demorar demasiado tempo, porque Ideias diferentes têm tempos de preparação e execução diferentes.

Logo para não estares a gstar todo o teu tempo e recursos em executar todos os Testes no mínimo tempo possível, utilizar esta metodologia vai-te ajudar a classificar toda as tuas ideias por ordem de prioridades.

Como nota, s√≥ queremos deixar claro que todas as classifica√ß√Ķes que vamos utilizar s√£o com base em estimativas por parte de cada um dos envolvidos.

Isto quer dizer que, se realizarmos este processo sozinhos, podemos estar a alterar os resultados consoante o que mais nos convém.

Logo ter o m√°ximo n√ļmero de pessoas na equipa a trabalhar nesta metodologia vai-nos ajudar a ter um resultado mais fidedigno com o que √© poss√≠vel acontecer.

Quem é que deve estar envolvido no Processo?

¬†Aqui √© quando devemos tentar envolver o m√°ximo n√ļmero de pessoas poss√≠veis.

Se já tiveres uma equipa de Growth no teu negócio, melhor!

Caso n√£o tenhas uma equipa, podes criar um n√ļcleo interno ideal para debater estas ideias.

Normalmente as melhores equipas para trabalhar neste tipo de Processo são multidisciplinares. 

Envolvem toda a gente que vai trabalhar na implementação destes testes.

Por exemplo, se tiveres que criar designs específicos e desenvolver uma Landing Page de raiz, envolve o teu Designer e Developer. 

Caso estejas sozinho e seja one man show, tenta criar uma equipa de decisores que te ajudem a debater sobre as ideias que estiveste a recolher.

O conhecimento destes Decisores pode ser importante para te ajudar na organização e classificação das Ideias.

Envolver o m√°ximo n√ļmero de pessoas vai ajudar no resultado final.

Muitas vezes o que nós achamos mais correto pode estar errado e vice-versa.

Por isso envolver colegas de trabalho com vis√Ķes e perspectivas diferente √© uma vantagem competitiva que muitos outros neg√≥cios n√£o fazem.

¬†‚ÄúDeixar os egos de fora √© uma das grandes vantagens desta metodologia‚ÄĚ – Growth Hacking School

Isto acontece porque cada ideia vai sofrer um processo de avaliação e classificação de 3 fatores que vai influenciar o resultado final, sendo que resultados diferentes de pessoas diferentes vão proporcionar um resultado geral diferente.

Vamos ver um exemplo pr√°tico:

Se n√≥s formos um excelente Copywriter e acharmos que o copy que cri√°mos para o Bot√£o A √© perfeito, mas o resto da equipa acha que devemos fazer um Teste A/B para esse bot√£o, por mais que o resultado final P.I.E.S para esta ideia seja fraco por parte do Copywrite, o resto da equipa vai dar uma classifica√ß√£o alta, logo o resultado final n√£o √© facilmente influenciado pelo ‚Äúego‚ÄĚ do Copywriter.

E se no final a experiência der um resultado positivo, acreditamos que o Copywriter vai perceber que efetivamente abriu os seus horizontes para uma nova perspectiva aprendendo algo novo!

Por isso é que trabalhar em equipa é crucial para implementar esta metodologia.

P.I.E.S. – Significa…

Como já deves ter percebido, cada Sigla desta metodologia tem um significado diferente que vai ser o método de classificação.

Esta metodologia baseia-se em 3 crit√©rios de sele√ß√£o que s√£o: Probabilidade (Potential), Import√Ęncia (Importance) e Facilidade (Ease).

E o S no final significa Resultado (Score).

De forma simples e rápida, vamos passar pela maneira como deves avaliar e analisar cada critério, para depois, perceberes como podes avaliar os teus resultados finais.

Probabilidade

  • Qual √© a probabilidade, ou o potencial de impacto que esta Ideia vai ter?
  • Qual √© o impacto que esta ideia vai ter a caminho da nossa NSM?
  • Esta Ideia √© realmente uma vantagem face √†s outras?
  • Qual √© a grande melhoria que esta ideia vai ter?

Import√Ęncia

  • Qual √© o n√≠vel de impacto que esta ideia pode trazer para o neg√≥cio?
  • Esta Ideia vai dar-nos sucesso a longo-prazo?
  • Ou apenas funcionar√° a curto-prazo?
  • Se esta ideia resultar vamos conseguir tornarmos virais?

Facilidade

  • Qu√£o dif√≠cil √© a implementa√ß√£o desta ideia?
  • Qual ser√° a taxa de esfor√ßo?
  • Quanto tempo demora a implementar esta experi√™ncia?

Estas s√£o as quest√Ķes que dever√°s ter em conta quando est√°s a preencher a metodologia P.I.E.S.

 

Como é que avaliamos o resultado final?

Cada critério é classificado de 1 a 5, sendo que cada nível significa:

1 РExtremamente difícil ou Improvável

2 РDíficil

3 – Neutro

4 – F√°cil

5 – Muito F√°cil

 

Em cada um dos crit√©rios ser√° atribu√≠da uma destas classifica√ß√Ķes, com base nas perguntas que selecionamos em cima e no final ir√°s obter um resultado final para esta ideia.

O resultado final é calculado através da multiplicação destes 3 critérios.

O resultado máximo é de 125 e o mínimo é de 3.

Estes sistema de classificação vai-nos ajudar rapidamente a filtrar e a perceber quais vão ser as experiências que vão ser executadas primeiras e quais é que vão ficar ou para o fim, ou nunca vão chegar a ser executadas.

Podem nunca chegar a ser executadas porque se tiveres uma experiência que te ajudou a chegar à tua NSM, provavelmente não irás necessitar de voltar ao Processo de Crescimento para experimentar novas ideias para aquele objetivo específico!

No Template do Processo de Crescimento da Growth Hacking School j√° ir√°s encontrar esta metodologia com o c√°lculo implementado.

Ou seja, não terás que ter esforço nenhum a não ser classificar as tuas ideias e ver qual é o resultado final para começares a aplicar a terceira fase  do Processo de Crescimento: Testes!

PIES-Excel-Crescimento

O que é a GHS?

Cresce connosco: